segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Sem dinheiro, Prefeitura de Paraibuna pode despejar menino Jesus


Pra onde vai o menino Jesus?
O tradicional presépio de Paraibuna há décadas encanta paraibunenses e turistas, que conhecem a sua fama no Vale. Porém, dizem por aí, que neste ano não poderemos apreciá-lo.

Faz 36 anos que o menino Jesus costuma passar as festas do seu nascimento em Paraibuna. O presépio foi montado pela primeira vez em 1977, na Praça da Matriz, pela dona Maria Diva Fontes Rico, com figuras compradas em Aparecida. No ano seguinte, ganhou sua primeira produção típica no Largo do Mercado, com as Pastorinhas anunciando o nascimento do menino. E, em 1979, voltou para a Praça da Matriz.

O artesão Carlinhos entra na história em 1985, trazendo sua arte ao decorar o presépio e, aos poucos, colocando suas figuras. O artista faz imagens de barro desde seus seis anos, quando ainda morava no Bairro do Itapeva, na década de 50. O seu dom é responsável por um dos presépios mais famosos do Vale do Paraíba.

Neste ano correm os boatos que não teremos o presépio na cidade. O tal fantasma da contenção de gastos faria mais uma vítima. Você já leu sobre isso aqui, não?

Está certo que já entramos dezembro e nem sinal dessa obra de arte. Mas quero acreditar que isso não é verdade.

(ATUALIZADO) Dizem que teremos um presépio, mas sem as figuras do Carlinhos. Algo pronto, vindo de fora: O que significaria, se fosse verdade, a mesma coisa que nada (ATUALIZADO)

Um comentário:

Pensamentos Paraibunense disse...

Segundo a Prefeitura o Carlinhos estaria doente, por isso não houve presépio. O Carlinhos teve um AVC, mesmo disse que faria sim o presépio, mas não foi procurado pela prefeitura. Fica muito fácil e cômodo aos incompetentes administradores públicos colocarem a culpa no Carlinhos. E com toda certeza só existe ele que monta presépio no mundo, vamos comparar, se o padre sofresse um acidente nunca mais haveria missa em Paraibuna?

Receba as atualizações do meu blog no conforto do seu e-mail!

Digite o seu endereço de e-mail e clique em "Subscribe":

Delivered by FeedBurner